CARIRI DO TOCANTINS RECEBE O PRIMEIRO LOTE DA CORONAVAC PARA IMUNIZAÇÃO DE PROFISSIONAIS DA SAÚDE
Publicado em: 21/01/2021 ás 14:00:00 Autor: Marcelo Sousa

A Secretaria Municipal de Saúde de Cariri do Tocantins recebeu na tarde desta quarta-feira, 20/01, o primeiro lote contendo 26 doses da vacina Coronavac, produzida no estado de São Paulo pelo Instituto Butantan em parceria com o laboratório chinês Sinovac, para a realização das primeiras aplicações no grupo prioritário definido pelo Ministério da Saúde.

Para esta fase inicial, apenas uma parte dos profissionais da saúde de Cariri serão imunizados por meio da vacina; e na tarde desta quinta-feira, 21, a técnica em enfermagem e coordenadora de imunização, Viviane Luciano, recebeu a aplicação da primeira dose da Coronavac. Em seguida, a técnica em enfermagem, Cleide Nunes Neponuceno, também foi vacinada.

O prefeito Júnior Marajó, acompanhado da primeira dama, Dayane Rodrigues, e da secretária municipal de saúde Vanessa Vancetto Nazato, fizeram questão de acompanhar o momento exato em que as duas profissionais foram vacinadas. Nos próximos dias, outros profissionais da saúde de Cariri também deverão receber a imunização prevista para esta primeira fase.

Viviane Luciano relatou que está confiante com relação à cura da Covid-19 e acredita que a chegada da vacina em Cariri aumentará as esperanças de muitos cidadãos. “Nós temos passado por momentos tensos e muito sofridos e hoje nós temos uma esperança, pois eu acredito que essa vacina será a cura para esse vírus”; comentou.

Para as demais fases da vacinação, foi elaborado pela equipe da saúde de Cariri, o Plano Municipal de Operacionalização da Vacinação Contra a Covid-19, com especificações detalhadas sobre a lista dos grupos prioritários que deverão aguardar determinações do Ministério da Saúde sobre a ordem de prioridade com que serão atendidos.

Conforme explicações cedidas pela secretária municipal de saúde Vanessa Vancetto Nazato, a equipe de profissionais da saúde já está em fase de preparação e capacitação para este primeiro momento, com o propósito de também garantir a melhor qualidade de atendimento aos grupos prioritários que ainda serão atendidos.

“Precisamos aguardar as definições atribuídas pelo Ministério da Saúde para sabermos quando iniciaremos a segunda fase da vacinação em nosso município; por enquanto estamos capacitando nossos profissionais para que os mesmos estejam preparados para o início desta primeira fase, bem como as demais fases de imunização que estão por vir”; explicou Vanessa.

Notícias relacionadas